Psicologia e Psicopedagogia

11 junho 2018 - 16:40, por , em Artigos, Nenhum comentário

Neste texto, procuro pontuar objetivamente conceitos e surgimento das áreas em questão. Você verá que a Psicologia e Psicopedagogia complementam-se ao tratar das questões humanas.

Partindo do questionamento qual a diferença entre Psicologia e Psicopedagogia? – tento em poucas palavras responder e elucidar essa questão.

Vamos lá?

Psicologia

Psyche – palavra Grega que significa “espírito, alma e respiração”

Logia – palavra grega que significa “estudo de algo”

Podemos concluir então, que Psicologia estuda os processos mentais e comportamentais do ser humano – suas raízes remontam aos grandes filósofos da Grécia antiga – Sócrates, Platão e Aristóteles. No entanto, a Psicologia Científica, ou seja, reconhecida como área do conhecimento, nasceu no final do século XIX, com o primeiro laboratório experimental de Psicologia estabelecido por Wilhem Wundt na Universidade de Leipzig (Alemanha). De lá para cá, o interesse pela psicologia aumentou e os estudos de muitos teóricos contribuíram para a psicologia evoluir e tornar-se uma ciência respeitada e independente.

Atualmente, há inúmeras abordagens que buscam compreender o ser humano em toda sua complexidade – talvez, essa diversidade nas abordagens se justifique pela ampla variedade dos fenômenos psicológicos e a complexidade humana. Os fenômenos psicológicos referem-se aos processos internos que nos permitem pensar e sentir o mundo das mais diferentes formas.

Em alguns momentos da vida, podemos nos sentir fragilizados diante dos acontecimentos cotidianos – desde os mais corriqueiros como uma chateação no trabalho, transito caótico que nos deixa estressados, o filho que foi mal na prova, até eventos dolorosos ou traumáticos, como perder um ente da família ou enfrentar uma doença grave – podemos nos sentir sobrecarregados emocional e psicologicamente. Nessas ocasiões, o psicólogo pode ser o profissional a oferecer suporte para que o indivíduo possa compreender e lidar com tais dificuldades com autoconfiança e clareza.

Na sessão de psicoterapia, por exemplo, psicólogo e paciente caminham juntos em um percurso de reflexão e análise, abrindo novas possibilidades de compreender a existência, resgatando a liberdade e a flexibilidade no enfrentamento na sua relação com o mundo.

Psicopedagogia

A Psicopedagogia, ocupa-se do processo de aprendizagem considerando o sujeito, a família, a escola e o contexto sócio histórico.

A Psicopedagogia nasceu na Europa no século XIX, mais precisamente na França onde o termo Psicopedagogia Curativa foi adotado por Janine Mery para caracterizar uma ação terapêutica que considera aspectos psicológicos e pedagógicos de crianças que apresentavam fracasso escolar.

Diversos educadores da época, tais como, Itard, Pereire, Pestalozzi e Seguin, dedicaram-se ao acompanhamento de crianças que apresentavam problemas de aprendizagem. Em meados de 1946, surgiram os primeiros centros Psicopedagógicos onde se buscava unir conhecimentos da Psicologia, Psicanálise e Pedagogia.

Influenciada pelas ideais da França, a Argentina foi a porta de entrada da atividade psicopedagógica em nosso Continente. Buenos Aires foi a primeira cidade a oferecer uma Faculdade de Psicopedagogia.

A atividade psicopedagógica tem como objetivos:

  1. Promover a aprendizagem, contribuindo para os processos de inclusão escolar e social;
  2. Compreender e propor ações frente às dificuldades de aprendizagem;
  3. Mediar conflitos relacionados aos processos de aprendizagem

Quando atendo uma criança ou adolescente que enfrentam alguma dificuldade no processo de aprendizado ou apresentam baixo rendimento escolar, além de investigar aspectos pedagógicos, lanço mão também dos conhecimentos da psicologia para que ampliar a visão e compreensão do contexto vivencial (escolar, familiar e social) do sujeito.

Nesse sentido, psicologia e psicopedagogia complementam-se na busca  do reconhecimento e superação das dificuldades enfrentadas  pelo sujeito no processo de aprendizado.

Fonte de apoio:
A psicopedagogia no Brasil, Bossa – 2001
Historia da Psicologia(rumos e percursos), Jacó Vilela – 2013
Psicologias:uma introdução ao estudo da psicologia, Bock e orgs. – 2017

 

 

 

 

 

 

 

About author:

Deixe uma resposta